21 fevereiro, 2012

in my heart

 páro para contemplar a porta fechada. não é a mesma porta de ontem, os seus cantos outrora polidos e agudos estão agora rombos e lascados, as suas cores semi-apagadas...
ouço o vento assobiar por entre as suas brechas, sinto a brisa quente no meu rosto...



do outro lado, o sonho dança livremente ao som da natureza


por vezes, atravesso os prados em flor, 
sentindo as pingas grossas de chuva 
sob um arco de mil cores


outras vezes, ouço a calmaria da noite, 
as ondas acariciando a areia, 
a lua bebendo do mar


Karl Wilhelm Diefenbach - Il Tramonto

outro dia, outra porta...


2 comentários:

B.W. disse...

Agrada-me o que escreves e as imagens que escolhes.

Júnior de Paiva / Dish disse...

Olá, tudo bem?
Gostei bastante do seu blog!
Posso segui-lo se você seguir o meu?
Abraço!